Investir em anúncios pagos é a ação mais procurada e utilizada para lojas virtuais. De fato, essa é uma estratégia muito importante e efetiva. Porém, com um bom planejamento de inbound marketing para e-commerce, além de diminuir gastos, você consegue aumentar seus resultados. 

A grande vantagem do Inbound Marketing é fazer com que você alcance cada vez mais clientes sem precisar gastar muito dinheiro com anúncios. 

Agora se interessou pelo assunto né, meu abençoado? Vamos continuar sem papo furado, conheça um pouco sobre o Inbound Marketing. 

O tal do Inbound Marketing:

O Inbound Marketing é uma ação de marketing que tem o intuito de atrair, nutrir, converter e fidelizar clientes. É o famoso funil de Inbound Marketing!

Através dessas estratégias, o cliente percorre todo o caminho da sua jornada de compra. Ou seja, desde o reconhecimento do produto até a efetivação da compra e pós-compra. 

 Dessa forma, todo esse processo é feito através da entrega de conteúdos que sejam relevantes para o público.  Algumas das estratégias que fazem parte do Inbound são:

  • blogs,
  • podcasts,
  • vídeos,
  • ebooks,
  • redes sociais,
  • newsletters,
  • e-mail marketing,
  • SEO,

4 dicas para investir em Inbound Marketing para e-commerce:

1 – Conteúdo abençoado:

O conteúdo é um dos principais pilares para o Inbound Marketing para e-commerce.  É através de um conteúdo relevante que você consegue atrair e fidelizar clientes! 

Mas onde eu posso utilizar o conteúdo? Oras, meu abençoadinho, em qualquer meio que seu cliente estiver. Pode ser pelas redes sociais, blogs, e-mail marketing e até mesmo landing pages. 

Assim, a melhor forma de fazer isso é utilizando técnicas de copywriting. Essa prática consiste em um texto persuasivo que tem o objetivo de atrair e convencer o leitor sobre algo. Em outras palavras, fazer com que o leitor tome alguma ação. 

 

2 – SEO:

Mas o que céus é SEO? O termo significa Search Engine Optimization e auxilia na otimização para mecanismos de busca.

Os anúncios do Google ajudam muito o seu negócio aparecer em primeiro lugar no ranqueamento de buscas. Porém, com o SEO, isso pode acontecer organicamente, ou seja, sem pagar nada. 

Entretanto, com a técnica de SEO, leva-se um pouco mais de tempo para isso ocorrer. Além disso, é importante que o SEO seja bem aplicado.

 

3 – Mais tráfego e mais leads:

O seu site tem um alto número de visitas mas tem poucos leads? A ideia aqui dessa estratégia é transformar o seu tráfego em leads. O inbound marketing para e-commerce ajuda nisso.

Primeiro de tudo, é importante ter em mente que após você conseguir atrair um visitante para o seu site, é preciso pegar o contato dele. Como? Aí entram algumas táticas de inbound marketing para e-commerce. 

Geralmente, através de landing pages e pop-ups que oferecem um desconto, ou então um conteúdo aprofundado no tema. Isso faz com que seja possível captar o lead e começar a nutrí-lo. 

 

4 – Nutra o seu lead:

Quem aí conhece aquele bichinho virtual (estou falando com a geração millennial agora)? Pois então, da mesma forma que é preciso alimentar e cuidar deles, também é necessário alimentar seu lead com informações. 

Você pode fazer isso com uma boa estratégia de automação de email. Além disso, também é importante que você segmente a sua lista de contatos. Dessa forma, de acordo com o comportamento do seu cliente, ele receberá uma mensagem que seja equivalente com a etapa do funil de vendas em que ele se encontra. 

 

E aí, curtiu esse conteúdo? Chegou a hora de colocar em prática, abençoado! Bora trabalhar por esse consumidor e pelo sucesso do seu negócio cada dia mais. Fale com a gente pelas nossas redes sociais! A gente se vê numa próxima!